#Resenha “Isla e o Final Feliz”

 

 Stephanie Perkins. “Isla e o Final Feliz”.  Editora: Intrínseca, 2015. 304 p.

“As pessoas podem se fazer de bobas quando bem querem, mas sempre acabam se entregando pelas atitudes. Em pequenos momentos, como esse.”

Isla e o Final Feliz é o terceiro livro da trilogia Anna, Lola e Isla escrita pela Stephanie Perkins. As história destes livros são independentes e um leitor poderia começar a ler a série por esse livro, mas eu não recomendo porque um dos pontos mais interessantes é poder ver como os protagonistas dos outros livros estão depois do “final” deles, e para a felicidade de nós leitores todos eles aparecem em algum momento, Anna, Étienne, Lola, e Cricket. Esta resenha não contém spoilers dos livros anteriores, e se você não leu nenhum deles e está interessado na minha crítica minha primeira observação é, está em um momento para uma leitura mais leve, um romance bem escrito, que explora os diversos tipos de relacionamentos e seus conflitos, com personagens bem atípicos? Não perca mais tempo leia Anna e o Beijo Francês e os demais dessa série, indico para todos sem titubear.

#RESENHA “À Espera de um Milagre”

 

STEPHEN KING. “À Espera de um Milagre”. Editora: Objetiva/Suma, 2005. 274p.

“Cada um de nós tem compromisso com a morte, não há exceções, sei disso, mas às vezes, oh meu Deus, o Corredor da Morte é muito comprido.”

Finalmente posso dizer que eu li um livro do Stephen King, e surpreendentemente já favoritei minha primeira leitura do escritor. Não foi surpreendente porque eu esperava menos do autor, ou não achava que a história não seria tão boa, pelo contrário, não faltam elogios para os livros do Stephen King, quase todo mundo como eu já assistiu ao filme de À Espera de um Milagre, e a nota do livro no Skoob é 4.5 de 5 avaliado por 4.230 leitores, não é pouca coisa, e minhas expectativas eram grandes, mas, mesmo com tudo isso, a qualidade e grandiosidade da história, da narrativa, e das emoções que senti lendo o livro conseguiram me surpreender.

MAIO E JUNHO IN REVIEW

Já começarei pedindo desculpas pelo tamanho deste post, não consegui tempo para a review de Maio na data correta, e a solução foi aguardar para escrever o tradicional resumo de leituras e fotos da sessão Meu Mês Literário, nesse caso Maio e Julho, juntos. O ponto positivo é que o post ficou grande porque o conteúdo está muito interessante (e bonito)!

O que rolou no Blog:

  1. Entre Maio e Junho rolou na fanpage do MP promoção de livros da Trilogia Taker, resultado.
  2. Postei uma Tag Literária muito legal sobre Livros Nacionais, e meus favoritos entre eles.
  3. A prometida resenha de “A Casa” do escritor André Vianco.
  4. E o post mais legal do ano (brincadeira! haha): O VÍCIO DE LER... QUADRINHOS! Não deixem de ler, quanto mais pessoas eu convencer a se jogar no emocionante universo dos quadrinhos, melhor!!!

Leituras de Abril:

  1. À Espera de um Milagre, por Stephen King. Que livro bom minha gente, aguardem a resenha!
  2. Homem-Aranha: Azul <3 (Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel #45)
  3. Homem Aranha (Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #2)
  4. Guardiões da Galáxia, Rocky Racum #1 (Leitura rapidinha para descontrair na pior semana de provas \o/).
  5. Demolidor #2 - Os Amigões Da Vizinhança, por Mark Waid
  6. Demolidor #3 - Medo E Delírio Na Latvéria, por Mark Waid
  7. Demolidor #4 - Teia de mentiras!, por Mark Waid

Abaixo vocês podem conferir as fotos mais legais dos últimos dois meses, lembrando que eu não posto todas as minhas fotos aqui no Mundo Platônico, as pessoais e outras que não coloquei para encurtar o post vocês podem conferir apenas no meu Instagram (@gaabisam).

Maio e Junho foram meses atípicos em 2015, principalmente junho, pouco café,  um número considerável de leituras (e muitas fotos legais também!), para um final de semestre que me exige cada vez mais foco e  disciplina nos estudos, acho que realmente aprendi a me organizar =P

Olá Julho!

Férias, férias, férias!!! Esses dias serão muito bem aproveitados. Priorizarei a leitura de livros da minha lista de 12 Livros para 2015 e também os livros que estão na minha pilha de leituras atrasadas, na coluna lateral do blog. Ou seja, nada de compras de livros esse mês, talvez comprarei quadrinhos, mas tentarei resistir (risos).

Espero que vocês tenham curtido esse post! Fiquem espertos porque julho será um mês muito agitado aqui no Mundo Platônico ;)

O VÍCIO DE LER... QUADRINHOS!

Olá leitores do Mundo Platônico! Estou de volta depois de um longo período off-line devido ao turbulento final do meu quinto semestre na faculdade. Quem acompanha as redes sociais do blog, ou principalmente o meu instagram, já conferiu minhas atualizações relacionadas as últimas compras e as leituras que irei fazer nessas férias. E, alguém estranhou que só ando falando de quadrinhos?! Minhas compras literárias para essas férias foram quase todas de quadrinhos, é claro que não deixarei de ler livros, inclusive estou me esforçando para diminuir a pilha de leituras atrasadas. Beleza, mas, por que o interesse repentino em HQs depois de quase cinco de leituras e resenhas apenas de livros no blog?! Eis as minhas razões abaixo, e alguns motivos que podem te fazer querer começar a ler quadrinhos também (e o mais rápido possível!) :)

  1. Quadrinhos viciam. Como começar a gostar de ler livros é um caminho sem volta na vida da maioria das pessoas ler quadrinhos também é assim. A partir do momento que você encontra a história certa para começar, com um roteiro redondo, ilustrações belíssimas, e personagens marcantes, você vai querer conhecer e ler cada vez mais e fazer parte deste universo.
  2. Começou como uma questão de praticidade para mim: Ficar muito tempo sem ler me deixa triste, sempre precisei estar com um livro por perto, uma história para me sugar da realidade, mas, com o início da faculdade ficou cada vez mais difícil pela questão do tempo e principalmente porque fico o dia inteiro fora de casa, e como tenho que carregar os livros da faculdade fica pesado para levar as leituras prazerosas. A solução que encontrei neste ano foram os quadrinhos, estes que funcionam muito bem como um passatempo rápido e emocionante que posso fazer no transporte público e que não pesa nada!
  3. 9ª Arte: Histórias em quadrinhos. Tenho lido histórias realmente empolgantes, mas o que realmente me conquistou nessas obras que misturam elementos de cor, palavra, e imagem, são justamente os “desenhos”, todos o trabalho de comunicação visual que possui personalidade própria (nos melhores casos). Adoro ver como cada artista elabora o seu modo de criar uma ambiente visual que combine perfeitamente com o enredo e os personagens, é uma coisa linda de se ver (e ler)!
  4. Memorial Visual: Sou péssima para desenhar (colorir então nem se fala), mas é uma arte que me interessa muito, e sempre tive uma memória visual boa, estudar por desenhos, esquemas, e gráficos, sempre foi muito eficaz para mim, e acredito que isso tenha ajudado as histórias em quadrinhos serem muito mais impactantes para mim, porque as imagens nunca saem da minha cabeça (haha).
  5. Super-Heróis: Não, não leio apenas quadrinhos de super-heróis, atualmente estou acompanhando muitas histórias, mas, os heróis sempre foram os meus favoritos. Desenhos animados, filmes, e agora os quadrinhos, sempre gostei de tudo relacionado a super-heróis, e poder ler “a fonte” de tudo isso é fascinante. Estou gastando muito dinheiro com a Marvel, DC Comics (incluindo Vertigo), na verdade estou gastando dinheiro com o monopólio que é a Panini.
  6. É difícil de começar, mas quando você conseguir não vai querer parar nunca mais! Ao contrário dos livros, o mundo dos quadrinhos é mas restrito, como assim Gabi?! Ao menos que você comece a ler uma série de livros pelo meio, na maioria das vezes não há problema em pegar um livro qualquer e começar a ler, você irá entende-lo e ele conterá a história com início, meio, e fim. Com quadrinhos é bem diferente, e difícil você começar a ler algo e entender de primeira. São muitos anos de personagens e histórias, e coisas novas que saem nas bancas todas as semanas, então me senti um tanto perdida quando comecei a ler , mas desistir não foi uma opção, fiz pesquisas, encontrei os principais títulos de personagens que já curtia por causa dos desenhos e do cinema, procurei saber como anda as revistas deles atualmente. Li clássicos, algumas origens, comecei a acompanhar as novas histórias, encontrei séries de quadrinhos aclamadas pelo público que possuem encadernados com a história completa, e pronto, problema resolvido, ler quadrinhos deixou de ser complicado para mim.

Ufa! Precisava contar para vocês como está sendo legal para mim ler quadrinhos, um hobbie prático (para levar na bolsa), emocionante, com exemplares lindos que só agregaram a minha estante. No último tópico comentei a dificuldade de começar a ler quadrinhos, entender o universo, ou os diferentes universos de uma determinada história nesses mais de setenta anos de produção dos quadrinhos clássicos, mas, nada que pesquisa e internet não resolvam (risos), e o resultado que é conseguir ter a melhor e mais completa experiência de leitura em quadrinhos é muito gratificante!

Querem um post com indicações dos meus favoritos? Interessaram-se pela leitura de quadrinhos? Aproveitem!